CONCEITO ABERTO: SAIBA MAIS DESSA TENDÊNCIA

11/12/2018 Uncategorized

Quem acompanha os programas de decoração e arquitetura sabe que nos últimos anos a qualidade de projetos em conceito aberto cresceu significativamente. E as razões para a popularidade desse estilo vai além das questões estéticas: facilita a socialização, amplia espaços e permite cuidar melhor de crianças pequenas.

O QUE É O CONCEITO ABERTO?

Há quem diga que é a evolução da chamada cozinha americana. Enquanto esta tinha um balcão de alvenaria com um tampo de pedra separando a cozinha do restante da casa, no conceito aberto entra em cena uma ilha com pia, fogão e armários, agregando a função de sala de jantar em um único espaço.

Geralmente os espaços integrados são a cozinha, a sala de jantar e a de estar. Mas dependendo do projeto arquitetônico (como em lofts), até o quarto entra na brincadeira. No conceito aberto, a demarcação dos ambientes se dá conforme a disposição dos móveis. Um sofá, por exemplo, pode criar o ambiente da sala e “separá-la” da área de refeição, mas sempre permitindo visualizar o ambiente como um todo.

CONCEITO ABERTO: SAIBA MAIS DESSA TENDÊNCIA

Projeto Arquiteta Lilian Diniz – Fotos André Mello

POR QUE ESSA TENDÊNCIA ESTÁ AUMENTANDO?

Diversas são as razões pela crescente busca por espaços com conceito aberto. As principais são:

Aumenta a socialização

O conceito aberto permite que as que pessoas que estão na sala, por exemplo, interajam com quem está na cozinha. Isso ajuda a promover a união da família, especialmente em uma época em que o tempo que passamos com nossos parentes é cada vez menor.

A socialização em eventos e reuniões também aumenta, facilitando recepcionar as visitas, pois o anfitrião não precisa se deslocar frequentemente entre os espaços da casa.

Para clientes com filhos pequenos ainda há um benefício extra: é possível preparar as refeições ou assistir televisão sem perder as crianças de vista.

CONCEITO ABERTO: SAIBA MAIS DESSA TENDÊNCIA

Projeto Arquiteta Lilian Diniz – Fotos André Mello

Conecta o interior com o exterior

 

Em moradias que possuem uma área externa, o conceito aberto a conecta com o interior da casa. Isso é possível de duas maneiras. A primeira é a ligação física, ou seja, a barreiras entre as duas partes é mínima, como uma porta de vidro que abre totalmente.

A segunda é uma ligação indireta, e isso acontece porque o conceito aberto permite o maior aproveitamento da luz e da ventilação natural. Ou seja, mesmo quando você fecha a porta de vidro, o exterior da casa ainda é visível e faz parte do espaço como um todo.

Projeto Arquiteta Lilian Diniz – Fotos André Mello

 

Amplia ambientes pequenos

 

Engana-se quem pensa que apenas casas podem ser agraciadas com o conceito aberto. Os apartamentos, em especial modernos — cujas metragens são cada vez menores — se beneficiam dessa tendência. Quando as paredes são removias, o espaço é ampliado.

Por essa razão adotar o conceito aberto tem sido uma estratégia de arquitetos e designers de interiores para deixar o local maior, mais arejado e iluminado.

Seja qual for a razão, o conceito aberto é uma tendência que veio para ficar. Além das vantagens citadas acima, os ambientes integrados ainda são modernos, arrojados e aconchegantes, o que acaba sendo um motivo a mais para apostar nesse estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *